M&Ms e seleção artificial

Note: This is an old post. The opinions and views expressed here may not reflect the author's current thinking.

Alguém sem ter o que fazer postou uma história tão interessante quanto engraçada no site de classificados craigslist: a lei do mais forte entre os M&Ms.

Segundo ele, quando compra um pacotinho dos chocolates coloridos inicia-se uma série de duelos entre a espécie: dois M&Ms, um em cada mão, são pressionados até que um deles “morra” ao ser esmagado. Este ser inferior é, então, literalmente comido, enquando o vencedor continua no ringue.

Ao final de várias batalhas, descobriu-se que os M&Ms marrons e vermelhos são geralmente os mais fortes, e os azuis os mais fracos, sujeitos à extinção. Há também M&Ms mutantes, defeituosos, onde a grande maioria é deixada para trás, apesar de algumas vezes se mostrarem mais resistentes que o resto do grupo, adaptando-se ao meio. A teoria da evolução em prática.

Pra finalizar, o último M&M espartano é enviado num envelope para a sede da empresa — já que não seria coerente comê-lo após tanto esforço — com a finalidade de melhorar geneticamente as futuras gerações.

Depois dessa, comer M&Ms nunca mais será a mesma coisa…